Terça-feira, 7 de Abril de 2009

Capítulos 23, 24 e 25 - Crime ou acto de amor?

 

Hey!

O prometido é devido Anica e hoje cá estou eu. Bem, pelo menos sei que há duas pessoas que vão ler :D E estes capítulos são precisamente dedicados a elas :)

 

Mais uma vez aproveito para dizer que o novo layout é LINDO e fico hipnotizada a olhar para ele cada vez que venho cá :P

 

Kiss

 

[Edit]

Tens razão Miss_Tom_Kaulitz. Peço imensa desculpa e queria dizer que estes também são completamente teus por direito. Sorry again e obrigada :D

 


 

A tour começou. Bill, tal como os outros elementos da banda, estava fascinado com a América: cidades estrondosas, gigantes, adoravam! Havia lojas de todos os tipos e abundância de fast-food.
Mas, para além disso, o que os impressionava mais era o sucesso que tinham alcançado do outro lado do Atlântico. Não esperavam tal recepção em cidades como Nova Iorque e Los Angels, entre outras. Era o sonho para qualquer banda europeia, atingir tal sucesso na América, a oportunidade que eles agarraram. O público era fantástico, dava-lhes tudo e eles também davam o máximo possível de si.
Embora eles soubessem que nunca poderia haver comparação com a Europa porque era a sua origem, nunca iriam desvalorizar os seus primeiros fãs, os seus primeiros êxitos. Pelo menos era o que diziam. Mas naquele momento queriam desfrutar e tentar equilibrar bem o fenómeno em que se tinham tornado. O seu maior sonho estava realizado: fazer aquilo que mais gostavam, tocar em cima de um palco, pelo mundo. Sim, porque da América ao resto do mundo é um pequeno passo. O mais difícil estava conquistado. O mundo.
 
E Natalie? Comunicavam via telemóvel mas passado um tempo os telefonemas eram cada vez mais escassos, a agenda deles apertava.
 
Primeiro foram as aparições em programas. Era o auge: aparecer num dos programas musicais da MTV com mais sucesso, o TRL. E outros. E a imensidão de fãs que os esperava?
E depois o concertos. Correram muito melhor do que esperavam e os fãs estavam lá, em todas as cidades.
 
Ela confiava plenamente nele, o problema não era esse. Mas a confiança não preenchia as saudades e a falta que ele lhe fazia. E o prolongamento da estadia deles nos “States” por mais duas semanas não ajudou. Foram três longos meses.
Mas ela passeava pelo “jardim de Bill” e sentia-se melhor assim. Passava muito tempo lá mas ela sabia que dentro de pouco tempo ele estaria ali com ela. Isso fazia-a sorrir. Adorava os telefonemas dele, embora por vezes fossem mesmo muito curtos, só para dizer “olá”.

Ele também tinha muitas saudades dela, simplesmente… estava mais ocupado.
 

 
Era o dia do regresso. Bill estava feliz por tudo ter corrido tão bem lá mas também cansado e ansioso por voltar a casa.
Antes de o avião partir enviou uma mensagem a Natalie: “Eu disse-te que ia voltar rápido. Tenho tantas saudades. É hoje.”
Como resposta apenas recebeu um: “A parte do voltar vais cumprir, mas a do rápido…”
Ficou intrigado mas decidiu não continuar com a conversa, preferia tê-la pessoalmente.
A viagem de avião foi longa. Durante o tempo em que não esteve a fazer a entrevista para o canal da Internet aproveitou para recuperar as horas de sono perdidas.
 
Ao chegarem teve de ser acordado por Tom e depois foi o mesmo processo de sempre: esperar para recolher as malas e sair do aeroporto, tentando passar o mais despercebidos possível. Foi nesta etapa que conseguiram distinguir a Europa da América. Apesar do sucesso lá, os fãs de cá eram sempre os fãs de cá, e muitos mais com toda a certeza
Mal conseguiram ultrapassar a confusão Bill despediu-se dos seus colegas, avisando Tom que iria para casa mais tarde, e voou para casa de Natalie.
 
Tocou insistentemente na campainha e, passado um pouco, Martha veio abrir a porta.
E ali estava ele, despenteado e um pouco esbaforido e especado a olhar para a porta.
- Martha… Ah, olá! – cumprimentou-a com dois beijos – Já tinha saudades.
- Também eu Bill. Olha, se vieste à procura da Natalie, ela não está, saiu muito cedo hoje.
- Ah, está bem. Sabes para onde foi?
- Não, ela não disse.
Bill estava a ficar realmente preocupado. Primeiro aquela mensagem e depois tinha saído cedo sem dizer para onde. Mas de certeza que não havia motivo para preocupação.
- Bem Martha, tenho de ir. A não ser que queiras que fique contigo.
- Não é preciso, se tens de ir, vai lá.
- Ficas bem sozinha?
- Sim, já estou habituada.
- Então adeus.
- Adeus Bill.
 
E agora? Onde estava ela? Sentou-se nas escada do prédio e pensou que local, pessoa ou coisa podia atraí-la tanto para que ela não o esperasse no dia do seu regresso.
De repente a sua mente abrilhantou-se. Só havia um sítio possível e foi para lá que se dirigiu.
 

 
 - Turn around – cantou.
Ela virou-se.
- Estás aqui!
- I am here.
- Tão perto.
- Doesn’t count far or near.
- Ao meu lado.
- I am by your side.
- Finalmente.
Correu na sua direcção e abraçou-o. Ele olhou-a e colocou a cabeça dela entre as suas mãos.
- “Never forget, no matter where I go, I am ALWAYS by your side” – disse com a voz mais doce e suave de sempre.
- Já percebi que praticaste o inglês lá.
- Foi para poder dizer-te isto – ele sorriu – então, estás aqui no meu jardim…
- Tenho vindo cá muitas vezes. Como sabias que estava aqui?
- Sabia.
- Está bem.
- Agora explicas-me que resposta foi aquela à minha mensagem? E nos últimos telefonemas estavas distante…
- Nós estávamos realmente distantes!
- Fisicamente!
- Eu sei, desculpa. Tive tantas saudades!
- Eu também, não podes imaginar. Aqueles telefonemas nunca eram suficientes!
- Pois é, sentia exactamente o mesmo. Mas agora quero que me contes como foi tudo!
- Fantástico, nunca esperei tanto sucesso lá! Mas antes disso tenho uma coisa para ti, não é nada de especial.
- Oh, não era preciso.
Bill passou-lhe para a mão um objecto que até então mantivera em cima do banco do jardim. Era um copo do Hard Rock Café, um daqueles de bebidas, de Coca-Cola, e estava tapado. Natalie demonstrou-se confusa e um pouco desapontada.
- Hmm, isto é para dizeres que comeste muito fast-food?
- Oh, por favor! Abre-o –pediu impacientemente.
Ela destapou-o e lá dentro descobriu uma t-shirt branca. Desdobrou-a e viu o estampado: muito parecido com aqueles que dizem “I Love NY” mas este dizia “I Love Natalie”. Ela ficou em palavras. Um estampado insignificante era tão significativo.
- Gostaste? Achei engraçado, não sei.
- Eu adorei! Obrigada. E acertaste no meu número.
- Claro eu já te conheço. E não foi difícil, é o mais pequeno, aqueles americanos são todos uns gordos – riu-se – ainda bem que gostaste.
- Bill, tens tempo ou tens alguma coisa para fazer?
- Não, nada. Tirando o facto de ainda nem ter ido a casa e ter as malas no carro – brincou – mas sim, tenho tempo. Porquê?
- Queria mostrar-te um sítio.
- Se não te importares de ir com uma pessoa mal cheirosa – ela fez uma cara interrogativa – Estava a brincar, só precisava de tomar um banho mas acho que isso pode ficar para depois. Que sítio é esse?
- É um sítio especial para mim, tu já me mostraste o teu, agora quero mostrar-te o meu.

 

sinto-me: Back to the origin :D
música: The Little Things Give You Away - Linkin Park

publicado por ourfanfiction às 23:23
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Eng.Kaulitz a 7 de Abril de 2009 às 23:44
Hallo^^

Opah agr deixas-te triste *Maggie faz beicinho*

Eu costumo comentar e suponho que as duas pessoas não seja eu uma delas -.-' Enfim...(just kidding)

Eu estava mesmo a ver que ela estava meio chateada com o Bill...enfim os states é o states neh nao...Mas aind abem que ele voltou...Adorei a t-shirt que fofo...Eu tbm pensei como ela quando li que ele lhe tava a sar um copo -.-'

Oh For God Sake, oh Bill yahyah ias andar de aviao a feder, k tolo X'D

Onde é que ela o vai levar???

MAISSS

Kuss***


De Eng.Kaulitz a 7 de Abril de 2009 às 23:44
os states são os states -.-'


De ourfanfiction a 8 de Abril de 2009 às 20:38
Muiyo obrigada pelo comentário. Fico muiito feliz por gostares. Sim, a ideia era essa na parte da t-shirt :P

Tens razão em relação à dedicatória destes capítulos e já emendei o meu erro. Sorry. Espero que continues a ler :)

Kiss

Sofia


De ourfanfiction a 8 de Abril de 2009 às 00:47
Hi lovee.. eu disse que conseguia vir rápido ao computador para ler os seus capítulos!
Mein gott..o Billi e tão, mas tão querido! Adorei, quero dizer...amei esta parte:
Turn around – cantou.
Ela virou-se.
- Estás aqui!
- I am here.
- Tão perto.
- Doesn’t count far or near.
- Ao meu lado.
- I am by your side.
- Finalmente.
Correu na sua direcção e abraçou-o. Ele olhou-a e colocou a cabeça dela entre as suas mãos.
- “Never forget, no matter where I go, I am ALWAYS by your side” – disse com a voz mais doce e suave de sempre.

sei que e grande..mas meu Deus..! como e que conseguiste? Achei a coisa mais querida, alem do presente dele..lool
A relação deles esta cada vez mais..mais carinhosa e querida! Acho que consegues revelar esse aspecto muito bem, com a tua escrita! Escreves tão bem, minha mongui! No wonder que tenhas 18 a português!
I LOVE, LOVE YOUR WRITING! Arrepia-me..lool e verdade..só tu.. com cada palavra, pelo menos eu acho, que com cada palavra das sentido a frase! :D

AMO-TE MY SISSI!

Anica


De ourfanfiction a 8 de Abril de 2009 às 20:41
OBRIGADA (sim, obrigada com maiusculas). O que disseste no comentário é muito significativo para mim :D E sim, concordo acerca da relação deles, é uma coisa de outro mundo, mesmo especial, era isso que eu queria demonstrar e ainda bem que consegui e mais para a frente acho que ainda se vai notar mais.

E, sim eu sei que já disse muitas vezes, mas EU QUERO LER A TUA FIC PA! Estou a morrer de ansiedade, vá lá, postaaa!

Kiss

AMO-TE

Sissi


De Melancia a 8 de Abril de 2009 às 19:23
LINDO LINDO LINDO!!!

AMEI PIKI! AMO estes capitulos! Sao simplesmente unicos. O sentimento vivido é subjacente em tds eles, mas nestes ultimos evidenciaste de uma forma linda e original. O modo como apresentaste a cchegada dele está linda...o facto de ele a conhecer a ponto de saber onde está apenas realça o sentimento provocado por ela! Amei a música, penso w está mais q original! A descrição da tour está excelente, conseguiste causar interesse nesses capitulos...ah e a forma como resumiste esses capitulos é caracteristico de uma simplicidade unica, que só tu conheces!

AMEI!

küss, amo te


De ourfanfiction a 8 de Abril de 2009 às 20:44
DANKE. Opá, eu juro que nem sei o que dizer. É tão BOM ler este tipo de elogios. Excelente. Estares a ler isto pela segunda vez e mesmo assim continuares com esse entusiasmo é excelente :D:D:D É uma sensação perfeita ter a confirmação da reacção de quem lê :D OBRIGADA.

Kiss

I miss you

Sophie


De ourfanfiction a 8 de Abril de 2009 às 20:46
AMO-TE :D


De Miss Kaulitz a 8 de Abril de 2009 às 19:47
ola +.+ eu disse que vinha e ca estou eu xD grande coisa eu aqui >.<
bem eu amo a fic +.+ é unica, escreves de uma maneira especial, ela estava cheia de saudades deles :3 que fofo
quero mais pleasee
beijooo

p.s --> já me perguntas-te duas vezes Anica e eu já respondi no meu blog xD mas como nao vis-te eu respondo de novo, "Claro que podes me por nos afiliantes, na verdade fico muito contente 8D" kuss


De ourfanfiction a 8 de Abril de 2009 às 20:46
Muito obrigada. Sinto-me lisonjeada :) É bom saber que estás a gostar :D Adorei o comentário.

Kiss

Sofia


Comentar post


. ver perfil

. seguir perfil

. 17 seguidores

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


.posts recentes

. ...

. Chapter 11- Is it destiny...

. Chapter 10- Times like th...

. Capítulo 36 - Crime ou ac...

. Capítulos 34 e 35 - Crime...

. Chapter 9- Times like thi...

. Chapter 8-Times like this...

. Chapter 7- Times like thi...

. We´re back! [EDITADO]

. Capítulos 32 e 33 - Crime...

.posts recentes

. ...

. Chapter 11- Is it destiny...

. Chapter 10- Times like th...

. Capítulo 36 - Crime ou ac...

. Capítulos 34 e 35 - Crime...

. Chapter 9- Times like thi...

. Chapter 8-Times like this...

. Chapter 7- Times like thi...

. We´re back! [EDITADO]

. Capítulos 32 e 33 - Crime...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.tags

. crime ou acto de amor(22)

. is it destiny?(11)

. times like this(9)

. back(1)

. fanfiction(1)

. hallo(1)

. i´m sorry(1)

. info e georg(1)

. informação(1)

. last kiss(1)

. layout(1)

. the man who can't be moved(1)

. todas as tags

.links

.Fans online

online

.pesquisar

 

.Visitas

Hospedagem
Hospedagem
SAPO Blogs

.subscrever feeds